terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Rigoroso inverno!

O que todos nós queremos é viver um amor que valha a pena e tudo o que vale a pena é conquistado com muito esforço e perseverança sendo poucos os  que tem coragem de assumir todos os riscos de cultivá-lo.
Antes da primavera há  um rigoroso inverno e não conseguimos enxergar nada além de rios congelados, muita neve, dias cinzentos e sem vida. Aquilo que um dia foi um lindo jardim, agora não passa de troncos retorcidos.
Em nossos corações, não  conseguimos ver nada além de desilusões e desencontros. Nenhuma promessa de melhora, nos fazendo acreditar na morte do amor.
Mas o inverno não representa morte e sim vida. É o processo que todo amor passa até estar pronto para desabroxar na primavera.
Enquanto aos nossos olhos encontramos desesperança, no solo dos nossos corações, a semente do amor está  resistindo tudo o que parece ser um obstáculo para florecer e dia após dia ela vai ficando forte, madura e criando profundas raízes.
Por mais que a primavera pareça apenas um sonho distante, o amor resiste até o dia que está pronto para mostrar ao mundo a mais linda e delicada flor.
Ainda que tudo pareça sem vida em nossos corações, temos que continuar acreditando.
O amor é assim... Passa pelo teste do tempo, pela dificuldade da descrença, pelo obstáculo do preconceito, mas se realmente for verdadeiro... Resiste e supera um a um dos mais difíceis testes e no momento certo floresce para que todos possam admirar. (E)

Nenhum comentário:

Postar um comentário