quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Volte a cantar!

Ah! Meu passarinho engaiolado.
Você não canta mais.
Desde que caiu das alturas, preferiste a gaiola do que a sua liberdade.
A gaiola te serviu como uma falsa cura, um lugar de proteção.
Mas sem perceber, perdeste o brilho no olhar e deixaste sua alegria do outro lado ficar.
Agora meu amado passarinho já não posso mais suportar, te ver assim calado e com lágrimas no olhar.
Abro as portas da sua prisão e te deixo voar.
Voa bem alto.
Vá sua felicidade buscar.
Quem sabes assim tú voltes a cantar?
Voa além das nuvens e se ponha a cantar, pois é somente com seu canto que meus sonhos posso encontrar. (E)

Nenhum comentário:

Postar um comentário